Como usar o LVM para gerenciar dispositivos de armazenamento no Ubuntu 18.04

Como usar o LVM para gerenciar dispositivos de armazenamento no Ubuntu 18.04

O gerenciamento de dispositivos de armazenamento pode ser uma tarefa complexa e demorada, principalmente em ambientes de servidor onde vários discos rígidos estão envolvidos. O Logical Volume Manager (LVM) é uma poderosa ferramenta que simplifica o gerenciamento de dispositivos de armazenamento, fornecendo uma camada de abstração entre o sistema operacional e os dispositivos físicos.

O LVM permite que você crie, redimensione, mova e exclua volumes lógicos independentemente dos dispositivos físicos subjacentes. Isso fornece maior flexibilidade e controle sobre seu armazenamento, permitindo que você atenda às necessidades de espaço em disco e desempenho sem precisar particionar ou formatar dispositivos físicos manualmente.

Neste tutorial, mostraremos como usar o LVM para gerenciar dispositivos de armazenamento no Ubuntu 18.04. Cobriremos os comandos essenciais do LVM, desde a criação e gerenciamento de volumes lógicos até a expansão e redução de volumes.

  Como se tornar um caçador de recompensas de insetos em 2023?

Pré-requisitos

– Servidor Ubuntu 18.04
– Privilégios de root ou sudo
– Vários dispositivos de armazenamento

1. Instalando o LVM

O LVM é instalado por padrão no Ubuntu 18.04. No entanto, se você não tiver o LVM instalado, poderá instalá-lo com o seguinte comando:

bash
sudo apt-get install lvm2

2. Exibindo dispositivos de armazenamento

Para exibir os dispositivos de armazenamento conectados ao seu sistema, use o comando fdisk -l. Este comando listará todos os discos rígidos, partições e sistemas de arquivos disponíveis.

bash
sudo fdisk -l

3. Criando um Volume Group

Um volume group é um conjunto de um ou mais dispositivos de armazenamento físicos que são gerenciados juntos pelo LVM. Para criar um volume group, use o comando vgcreate.

bash
sudo vgcreate volume_group_name /dev/physical_device1 /dev/physical_device2

onde:

volume_group_name é o nome do volume group
/dev/physical_device1 e /dev/physical_device2 são os dispositivos de armazenamento físicos a serem incluídos no volume group

4. Criando um Volume Lógico

Um volume lógico é uma partição virtual dentro de um volume group. Os volumes lógicos podem ser criados, redimensionados e excluídos sem afetar os dispositivos físicos subjacentes. Para criar um volume lógico, use o comando lvcreate.

bash
sudo lvcreate -n logical_volume_name -L logical_volume_size volume_group_name

onde:

logical_volume_name é o nome do volume lógico
logical_volume_size é o tamanho do volume lógico (por exemplo, “10G” para 10 GB)
volume_group_name é o nome do volume group

  Como criar fórmulas condicionais no Adobe Acrobat

5. Formatando e Montando um Volume Lógico

Para usar um volume lógico, você precisa formatá-lo com um sistema de arquivos. Você também precisa montar o volume lógico em um ponto de montagem para poder acessá-lo.

bash

Formatar o volume lógico com o sistema de arquivos ext4

sudo mkfs.ext4 /dev/volume_group_name/logical_volume_name

Montar o volume lógico em /mnt/logical_volume_name

sudo mount /dev/volume_group_name/logical_volume_name /mnt/logical_volume_name

6. Expandindo um Volume Lógico

Se precisar de mais espaço em um volume lógico, você poderá expandi-lo adicionando mais espaço em disco ao volume group.

bash

Adicionar mais espaço em disco ao volume group

sudo vgextend volume_group_name /dev/physical_device3

Expandir o volume lógico

sudo lvextend -L +10G /dev/volume_group_name/logical_volume_name

onde:

/dev/physical_device3 é o novo dispositivo de armazenamento físico a ser adicionado ao volume group
+10G é a quantidade de espaço em disco a ser adicionada ao volume lógico (por exemplo, “10G” para 10 GB)

7. Reduzindo um Volume Lógico

Caso não precise mais de todo o espaço em um volume lógico, poderá reduzi-lo.

bash

Reduzir o volume lógico

sudo lvreduce -L -10G /dev/volume_group_name/logical_volume_name

Remover o espaço em disco não utilizado do volume group

sudo vgreduce volume_group_name /dev/physical_device3

onde:

-10G é a quantidade de espaço em disco a ser removida do volume lógico (por exemplo, “10G” para 10 GB)
/dev/physical_device3 é o dispositivo de armazenamento físico a ser removido do volume group

Conclusão

O LVM é uma ferramenta poderosa que simplifica muito o gerenciamento de dispositivos de armazenamento no Linux. Ao usar o LVM, você pode criar, redimensionar, mover e excluir volumes lógicos independentemente dos dispositivos físicos subjacentes. Isso fornece maior flexibilidade e controle sobre seu armazenamento, permitindo que você atenda às necessidades de espaço em disco e desempenho de forma eficiente e dinâmica.

FAQs

O que é um volume group?
Um volume group é um conjunto de um ou mais dispositivos de armazenamento físicos que são gerenciados juntos pelo LVM.

O que é um volume lógico?
Um volume lógico é uma partição virtual dentro de um volume group. Os volumes lógicos podem ser criados, redimensionados e excluídos sem afetar os dispositivos físicos subjacentes.

Como posso criar um volume group?
Para criar um volume group, use o comando vgcreate.

Como posso criar um volume lógico?
Para criar um volume lógico, use o comando lvcreate.

Como posso expandir um volume lógico?
Para expandir um volume lógico, adicione mais espaço em disco ao volume group e use o comando lvextend.

Como posso reduzir um volume lógico?
Para reduzir um volume lógico, use o comando lvreduce e remova o espaço em disco não utilizado do volume group.

O LVM é compatível com todos os sistemas de arquivos?
O LVM é compatível com a maioria dos sistemas de arquivos, incluindo ext4, XFS e Btrfs.

Posso usar o LVM para espelhar ou criar RAID em dispositivos de armazenamento?
Sim, você pode usar o LVM para criar volumes espelhados ou RAID usando o recurso de volume estendido do LVM.

O LVM é adequado para ambientes de servidor?
O LVM é amplamente usado em ambientes de servidor devido à sua capacidade de fornecer gerenciamento de armazenamento flexível e escalável.

Quais são as limitações do LVM?
O LVM pode ter algumas limitações em termos de desempenho em comparação com soluções de gerenciamento de armazenamento especializadas.