Como salvar artigos do seu feed do LinkedIn


O LinkedIn não é muito conhecido como plataforma de publicação, embora permita que os usuários publiquem artigos. O recurso foi inicialmente apresentado aos influenciadores do LinkedIn, mas acabou sendo lançado para todos os usuários. Além disso, os sites de notícias também enviam seu conteúdo para o LinkedIn. Você pode se inscrever em áreas de interesse e visualizar regularmente as postagens de tendências. O LinkedIn lançou recentemente um novo recurso ‘Salvar’ que permite salvar postagens para ler mais tarde. Está disponível apenas em aplicativos iOS e Android e não na interface da web. Aqui está como funciona.

Abra o aplicativo do LinkedIn e percorra seu feed. Os artigos que podem ser salvos têm um ícone de marcador ao lado do título. Toque nele e ele ficará azul para indicar que o artigo foi salvo. Você também verá um alerta de banner na parte superior que confirma que o artigo foi salvo.

Para ler os artigos, vá para a aba ‘Eu’. Abaixo das informações básicas do seu perfil e das visualizações recentes do perfil, há um cartão indicando seus itens salvos. Os itens salvos aparecem em uma exibição de lista quando você toca nele.

Os itens salvos não são classificados por data nem estão em ordem alfabética. Os artigos aparecem como pouco mais do que uma longa lista de itens que você salvou sem nenhum recurso de pesquisa.

O recurso é básico e se você comparar com o recurso Salvar do Facebook, parece quase experimental. Isso não quer dizer que o recurso não seja útil. Pelo contrário, o LinkedIn precisa muito de uma maneira de acompanhar postagens e artigos para que os usuários possam revisitá-los com mais facilidade. O LinkedIn não é como o Facebook, onde você lembra o nome de todos em sua rede e o recurso de pesquisa não se estende a postagens e atualizações feitas por pessoas em sua rede.

Um recurso de salvamento era extremamente necessário no LinkedIn, mas a implementação é ruim e o torna de pouco uso.