Como definir aplicativos padrão no Windows 10 quando ele não permite


O Windows sempre facilitou a configuração de aplicativos padrão. Se você não gosta do Internet Explorer ou do Windows Media Player, pode alterar facilmente o navegador da Web padrão e o media player padrão. Isso vale para todas as versões do Windows, e o Windows 10 não é diferente. O aplicativo Configurações tem uma seção dedicada no grupo Sistema de configurações para selecionar aplicativos padrão. Infelizmente, e porque estamos falando do Windows 10, a seção ‘Aplicativos padrão’ está sujeita a erros. Muitas vezes, os usuários não conseguem definir um aplicativo padrão, apesar de fazer tudo certo. O novo aplicativo que eles selecionam simplesmente se recusa a ser associado ao padrão para o qual você deseja defini-lo. A solução é bastante simples; em vez disso, defina os padrões através do painel de controle.

O Painel de Controle fornece uma rota alternativa para associar aplicativos padrão a arquivos. Abra o aplicativo Configurações e role até a parte inferior de Sistema> Aplicativos padrão. Você verá a opção ‘Definir padrões por aplicativo’, clique nela.

Isso abrirá o Painel de Controle na tela de programas padrão. À esquerda desta tela, você verá uma lista de todos os aplicativos instalados em seu sistema. Selecione o aplicativo que você deseja definir como padrão. Quando o aplicativo é selecionado, você tem duas opções para defini-lo como padrão. A primeira opção ‘Definir este programa como padrão’ é a que você precisa clicar. Ele definirá esse aplicativo como o aplicativo padrão para todos os tipos de arquivo para os quais foi criado.

No exemplo abaixo, se você selecionar o Chrome na lista e defini-lo como o aplicativo padrão para todos os tipos de arquivo, ele abrirá todos os arquivos HTML e solicitações da web. O Chrome pode lidar com muitos outros tipos de arquivos, mas é principalmente um navegador da web. Esta opção irá defini-lo como seu navegador padrão.

O Painel de Controle é capaz de substituir qualquer bug que aflija o aplicativo Configurações e impede que você defina aplicativos padrão por meio dele. Vamos torcer para que a Microsoft elimine todos esses bugs antes de retirar o Painel de Controle.