Um guia para IoT em bancos e fintechs

A Internet das Coisas (IoT) permite que pessoas de vários setores, incluindo fintech e bancos, vivam e trabalhem de forma mais inteligente.

A IoT se tornou essencial para as organizações. Ele reúne informações de sistemas e dispositivos e esclarece vários aspectos cruciais, como desempenho da máquina, gerenciamento da cadeia de suprimentos, dados do cliente etc.

Essa tecnologia moderna ajuda a aprimorar a prestação de serviços, acelerar as operações, melhorar a experiência do cliente e muito mais.

Portanto, a IoT continuou a ser adotada em todos os lugares nos últimos anos.

De acordo com um relatórioo mercado global de serviços bancários e financeiros (BFSI) para IoT deverá crescer de US$ 249,4 milhões em 2018 para US$ 2.030 milhões em 2023.

Vamos entender como a IoT funciona no mercado BFSI.

O que é IoT?

A Internet das Coisas (IoT) é uma tecnologia moderna que descreve objetos físicos ou coisas com software, sensores e outras tecnologias para trocar e conectar dados com vários dispositivos pela Internet.

Exemplo: rastreadores de fitness, fechaduras inteligentes, termostatos, aparelhos como lâmpadas e muito mais.

Imagine um relógio que pode rastrear seu movimento como a distância percorrida, passos, batimentos cardíacos, etc. Bem, não é mais apenas imaginação; já está disponível e é muito adequado para a população máxima em todo o mundo.

Existem cerca de sete bilhões de dispositivos conectados no mundo de hoje, e os especialistas supõem que esse número aumentará no futuro.

Usando a IoT, você pode compartilhar dados entre objetos físicos e aproveitar análises, big data, nuvem e muito mais com investimento mínimo e intervenção humana. Tecnologias como conectividade, sensores de baixa potência, IA, aprendizado de máquina e muito mais tornam a IoT possível.

As indústrias usam a IoT para fabricação inteligente, cadeias de suprimentos digitais inteligentes, logística conectada, cidades inteligentes, redes elétricas inteligentes, ativos conectados e muito mais. Atualmente, seu uso é IoT generalizado em todo o mercado global, mesmo no setor bancário e fintech para segurança cibernética e outras soluções.

Como a IoT funciona?

Suponha que você esteja andando de carro e receba uma notificação sobre o indicador de baixo nível de gasolina no seu celular. Que tal um sistema que possa notificá-lo sobre postos de gasolina próximos?

Isso é possível com a IoT.

Mas como?

Para entender melhor o princípio de funcionamento da IoT, você precisa conhecer os componentes da IoT que desempenham um papel importante. Todo o ecossistema de IoT consiste em quatro componentes diferentes:

1. Sensores/Dispositivos: Dispositivos ou sensores coletam dados do ambiente, como leitura de temperatura, locais próximos, feed de vídeo, etc. Um sensor sente as mudanças no ambiente e observa essas mudanças. Assim, sensores ou dispositivos são extremamente úteis em aplicações.

Existem muitos aplicativos ao seu redor.

Exemplo: Sensores no telefone, como GPS, podem rastrear sua localização e guiá-lo até o destino. Além disso, as câmeras detectam seu movimento para capturar imagens.

2. Conectividade: Após receber dados de sensores ou dispositivos, os servidores em nuvem os processam com a ajuda de plataformas. A conectividade, portanto, refere-se à conexão entre todos os dispositivos IoT em um determinado ecossistema IoT, como sensores, gateways, aplicativos de usuário, plataformas e roteadores.

Você pode controlar o sistema IoT completo para poder escolher o caminho de conectividade perfeito. Redes celulares, como 5G ou LTE, Bluetooth, Wifi, Zigbee, etc., oferecem conectividade para se comunicar com uma grande quantidade de dados.

3. Processamento de dados: Uma vez que metade da peça esteja completa, algumas funções são executadas nos dados para processar os dados a fim de enviar as saídas necessárias. O processamento de dados é uma etapa crucial na tecnologia IoT para conhecer a natureza dos dados. A análise de dados ocorre rapidamente para oferecer melhores resultados.

  Não, medidores inteligentes não são perigosos para sua saúde

4. Interface do usuário: Depois de analisar a natureza dos dados, ele os exibe em uma tela para que os usuários finais possam verificar facilmente os dados. Cada dispositivo IoT tem sua própria personalidade ou interface que depende da finalidade ou da tarefa.

Em vários setores, desempenha um papel vital e funciona de forma silenciosa e segura. Tomemos como exemplo o setor de fintech ou bancário.

  • A IoT simplifica o processo de cobrança de dívidas por meio da atividade da cadeia de suprimentos com a ajuda de redes e sensores.
  • Você obterá sistemas de segurança aprimorados para melhorar a detecção de fraudes.
  • A IoT pode detectar todas as conexões e otimizá-las de acordo para aprimorar a experiência do cliente.

Aplicações de IoT

A IoT tem várias aplicações no mundo moderno, desde os setores de saúde até o setor bancário ou financeiro. Vamos conhecer algumas das aplicações:

Banca e Fintech

A IoT deu muito ao setor de fintech quando se trata de processamento e segurança de pagamentos. Aqui, a IoT funciona como uma ferramenta de segurança cibernética ou sistema de ponto de venda móvel para criptografar com segurança as informações de pagamento.

O banco de varejo usa a cultura da IoT há décadas. O Automated Teller Machine (ATM) é um dos principais dispositivos de IoT. Isso permite transações em tempo real e exibe o saldo da sua conta na tela sem se comunicar com nenhum humano.

A Fintech combina IA com IoT industrial para testar os bancos se eles são capazes de oferecer um melhor suporte ao cliente. Atualmente, as fintechs atendem os clientes prontamente em tempo real usando sistemas de IoT. Já que esperar em uma fila é um grande problema em qualquer banco. Com a IoT, os bancos podem executar opções de emissão de passagens eletronicamente para que seu cliente fale com o representante certo.

  • Pagamentos e transações sem fio estão em uso intenso neste mundo moderno.
  • Os dispositivos vestíveis substituem os cartões de crédito e smartphones tradicionais na realização de pagamentos.
  • A automação é outro procedimento que um setor bancário ou fintech usa para melhorar o desempenho.

CPG, Auto Tech, Saúde

A IoT tem aplicações intermináveis ​​em todos os setores, desde a tecnologia automotiva até a saúde. O setor de saúde aproveita os sensores para monitorar as condições dos pacientes em tempo real e fora do hospital. Em outras palavras, a IoT ajuda o setor de saúde a melhorar o atendimento aos necessitados, mesmo no momento de risco.

Além disso, os hospitais também estão usando camas inteligentes equipadas com sensores para coletar dados sobre sinais vitais, oxímetros, temperatura corporal, pressão arterial e muito mais. A IoT também é útil no gerenciamento do tráfego nas cidades usando o conceito de cidades inteligentes.

A IoT funciona como prateleiras inteligentes em empresas de CPG. Economiza muito tempo e dinheiro notificando os estoques disponíveis na sala. Também ajuda a indicar o produto certo para o consumidor certo em tempo real. As empresas de CPG usam a tecnologia IoT em seu setor para beneficiar tanto as empresas quanto os consumidores.

Na indústria automotiva, a IoT tem um papel importante. Tudo o que você vê em um carro por fora, mas por dentro, está cheio de automação. Você recebe várias notificações, como baixa pressão, troca de marcha após uma certa velocidade, chamadas e muito mais quando dirige.

Os automóveis integram-se aos sistemas IoT para reduzir o erro humano e tornar a experiência de condução melhor e mais suave. A solução de gestão de frotas desempenha hoje um papel vital nas linhas de vida do consumidor. Da manutenção à logística, os dispositivos IoT permitem que o motorista tenha um bom desempenho. A principal vantagem de usar a IoT é cumprir os regulamentos de segurança e ambientais.

Exemplos da vida real de IoT em bancos e fintech

Wearables – Carteira de Coisas

De relógios, rastreadores de fitness e pulseiras a roupas e joias inteligentes, há uma ampla variedade de dispositivos vestíveis em todo o mundo que incluem pagamento. Em termos simples, quando se trata de pagar de uma vez, você só precisa tocar no cartão que está salvo no seu dispositivo vestível para pagar.

  Como fazer um clone inicializável do disco rígido do seu Mac

A tecnologia avançada permite que seus wearables façam pagamentos mais rápidos durante o checkout para evitar que você espere para sempre na fila. O mundo de hoje define suas vidas com o passo mais imaginativo que eles dão. Dos cuidados de saúde ao pagamento e muitas coisas agora são possíveis.

Contratos de pagamento inteligentes

Um contrato de pagamento inteligente é novamente uma maneira inteligente usada por muitos vendedores ou empresas. Este é basicamente um contrato auto-executável escrito nas linhas de código. Aqui, os acordos e os códigos são armazenados em uma rede blockchain descentralizada. O código gerencia a execução e a transação, que são irreversíveis e rastreáveis.

Os contratos de pagamento inteligentes permitem acordos e transações verdadeiros entre partes anônimas sem a necessidade de um sistema legal, mecanismo de fiscalização externa e uma autoridade central. O objetivo principal é construir confiança entre os signatários para evitar falsificações, alterações e mal-entendidos.

Sistemas de segurança

Manter seus padrões seguros é o lema principal e, assim, os sistemas de segurança entraram em cena.

Outro dispositivo de IoT usado com frequência são os sistemas de segurança. Os sistemas de segurança funcionam com o mesmo princípio em todos os lugares, seja um dispositivo ou um aplicativo. Quando um sistema trabalha com dispositivos e componentes interfuncionais para proteger algo, ele é chamado de sistema de segurança.

Câmeras de segurança e sensores de movimento são os principais dispositivos de segurança geralmente usados ​​em muitas residências e empresas. E sensores e sirenes de quebra de vidro são usados ​​especialmente nos setores bancário e de fintech, bem como em setores relacionados.

Os setores bancário e de fintech usam um sistema de segurança para manter uma estratégia de segurança eficaz e eficiente.

Benefícios da IoT em bancos e fintechs

Análise de dados

A análise de dados é essencial, pois pode ajudar as pessoas a obter insights valiosos para melhorar vários aspectos de um negócio ou organização.

A IoT pode ajudar bancos e instituições financeiras a coletar dados em tempo real e analisá-los. Eles podem analisar o uso do quiosque ATM em tempo real por clientes de diferentes cidades e subúrbios. Com base nas estatísticas de uso, ele pode ajudar as organizações a decidir se devem diminuir ou aumentar o número de quiosques nessas áreas.

Além disso, a IoT pode ajudar bancos e instituições financeiras a introduzir serviços sob demanda, como a instalação de quiosques de caixa eletrônico nas proximidades dos usuários para melhorar a acessibilidade do serviço.

Além disso, a análise de dados ajuda a entender sua cadeia de valor, desde distribuidores e fornecedores até varejistas. Eles podem até obter insights financeiros a partir dos dados para que possam melhorar suas taxas de rotatividade empregando melhores estratégias.

Gestão de Relacionamento com o Cliente

Manter um bom relacionamento com seus clientes pode levar o seu negócio longe. Isso garantirá aos clientes que você se preocupa com eles e eles podem ficar com você por mais tempo.

A coleta de dados de clientes ajuda bancos e instituições financeiras a identificar as necessidades e preocupações dos clientes. Esses dados os ajudarão a lidar com essas preocupações e atender melhor às suas necessidades. Dessa forma, você pode melhorar o relacionamento com seus clientes e fazê-los se sentirem valorizados.

Cíber segurança

Os riscos de segurança cibernética estão crescendo em todos os lugares, e bancos e instituições financeiras são um dos principais alvos. Os invasores usam ameaças avançadas para invadir sistemas e redes para roubar dados e dinheiro.

Usando a IoT, as instituições financeiras podem tornar a verificação de identidade dos usuários mais segura e fácil. Isso ajuda a proteger seus dados e reduz as chances de erros ou vazamentos.

Por exemplo, Nymi é uma pulseira inteligente que pode gravar os batimentos cardíacos dos usuários para acessar um dispositivo. Tudo que você precisa é tocá-lo enquanto a pulseira está ligada. Além disso, os dispositivos IoT com inteligência artificial também podem detectar tentativas de hackers para que os bancos possam ser alertados a tempo e evitar quaisquer contratempos.

Marketing personalizado

A personalização é fundamental na dinâmica de marketing de hoje. Os clientes adoram serviços e produtos personalizados que atendam às suas necessidades.

  7 maneiras de proteger com eficiência sua empresa contra ataques cibernéticos

A IoT pode ajudá-lo a fazer isso. Ele pode coletar dados valiosos sobre seus clientes para direcionar seus esforços de marketing em uma direção que seja benéfica para as necessidades de seus clientes. Você pode vir com produtos, serviços e guias úteis que podem ajudar a abordar os pontos problemáticos dos clientes e aprimorar sua experiência.

Planejamento e gerenciamento de produtos

As chances de seu produto ser bem-sucedido dependem de como seus clientes o percebem. É por isso que o planejamento e o gerenciamento de produtos são essenciais.

Usando dados coletados de sistemas IoT, você pode criar estratégias sólidas para gerenciar seus produtos. Isso ajudará você a entender se seus clientes gostam ou não do seu produto, quais peças eles gostam e quais peças devem ser melhoradas, verificar e gerenciar estoque, processar pedidos no prazo, etc. Tudo isso atenderá seus clientes e ajudará a aumentar seus negócios sucesso.

Melhor tomada de decisão

Tomar decisões melhores em diferentes aspectos do seu negócio é crucial, seja planejamento de produtos, lançamento, marketing, vendas ou qualquer outra coisa.

Ao analisar uma grande quantidade de dados, os sistemas IoT podem gerar insights significativos e usá-los para tomar decisões informadas. Isso ajudará a aumentar sua lucratividade, proteger os dados organizacionais, garantir que você atenda às demandas dos clientes no prazo e nunca decepcione um cliente.

Interações inteligentes

As organizações financeiras podem usar soluções interativas inteligentes, como chatbots em seus sites ou aplicativos para ajudar os clientes a qualquer hora e em qualquer lugar. Será o suporte instantâneo do seu cliente sempre que ele precisar de você, sem esperar por um representante de suporte.

Portanto, esses foram alguns dos muitos benefícios, mas a IoT ainda tem certos desafios que os bancos e outras fintechs enfrentam.

Desafios da IoT em bancos e fintechs

Aqui estão alguns dos principais desafios da IoT em fintech e bancos:

Nenhum conjunto/padrões comuns para manutenção

Não há um padrão comum para compatibilidade, gerenciamento e manutenção de dispositivos IoT. Isso cria dificuldade para os usuários que usam dispositivos e sistemas de diferentes fabricantes de produtos para se conectarem e se comunicarem uns com os outros.

Além disso, bancos e fintechs lidam com dados massivos armazenados em vários dispositivos IoT, o que novamente se torna um desafio para gerenciar.

Hackear

Na IoT, especialmente na TI do consumidor, os dados do usuário sobre sua rotina diária são coletados para ajudá-los a fornecer serviços aprimorados.

No entanto, esses dados trafegam por vários nós presentes em uma rede, como dispositivos, serviços e soluções. Assim, o dispositivo de armazenamento de dados torna-se vulnerável a riscos e violações de políticas.

Ataques cibernéticos, como negação de serviço distribuído (DDoS), negação de serviço (DoS), roubo de dados, etc., são comuns em sistemas IoT. E esses riscos são altamente perigosos para bancos e organizações de tecnologia financeira onde informações cruciais são armazenadas em seus dispositivos, como informações pessoais de clientes, dados de cartões de crédito e débito, fundos etc.

Se essas informações críticas forem hackeadas ou vazadas, elas podem se traduzir em fraude, roubo de dinheiro e outros enfeites.

Taxa de desemprego

Nesta era avançada da IoT, as máquinas parecem fazer muitas coisas.

Então, o que esses humanos fariam que fossem substituídos por essas máquinas?

Por exemplo, uma organização pode decidir usar um chatbot 24×7 em vez de manter um painel de representantes de suporte ao cliente. Será uma alternativa de suporte econômica, livre de erros e nunca exaustiva.

Isso significa que a taxa de desemprego aumenta com a introdução de máquinas em muitos aspectos do setor bancário e das fintechs. E isso é preocupante, principalmente no cenário pós COVID-19, onde as pessoas já estão perdendo seus empregos e meios de subsistência.

Futuro da IoT

A IoT está testemunhando uma adoção massiva nos últimos anos em vários campos, incluindo bancos e fintech. É benéfico para organizações e clientes, e é por isso que tecnologias inteligentes, como wearables inteligentes, pagamentos inteligentes, sistemas de segurança inteligentes, etc., estão sendo muito usadas.

A IoT ainda está em sua infância, mas seu futuro parece ser maior e mais brilhante pela aparência de seu uso generalizado entre clientes e organizações.