Como impedir que a NSA tenha acesso à sua atividade online

Você não é paranóico por supor que a NSA está espionando sua conexão com a Internet – você está apenas prestando atenção. Se você quiser impedir que as agências de inteligência o bisbilhotem, o primeiro passo é usar uma VPN poderosa. Ao criptografar sua conexão, você bloqueia toda a vigilância de terceiros com um único clique do mouse. Comece abaixo.

Digitar algo no Google, verificar e-mail, assistir a um vídeo, até mesmo clicar em um site aleatório, tudo isso deixa um rastro. Dependendo de suas práticas de privacidade, essa trilha pode oferecer pouca ou muita informação sobre você, desde seu nome e endereço até suas compras de supermercado e hábitos de exibição de vídeos. Agências governamentais como a NSA podem usar essa pegada digital para monitorar tudo o que você faz online.

Tudo o que fazemos online deixa uma pegada digital.

Essas VPNs permitem que você evite a vigilância da NSA e cubra seus rastros online:

NordVPN – Best Vs Government Snooping – O canivete suíço das VPNs, NordVPN fornece uma série de ferramentas, configurações e protocolos de segurança cibernética para combater a vigilância da NSA, FBI ou qualquer outra pessoa.
Surfshark – Ofuscação em todos os servidores, criptografia (literal) de nível NSA e detecção de vigilância inteligente.
ExpressVPN – Velocidades incrivelmente rápidas, com uma poderosa rede criptografada com nós em todo o mundo.

A vigilância digital lança uma grande sombra e está se tornando mais comum com o passar dos anos. A NSA não é a única agência governamental que se envolve nesse tipo de vigilância, qualquer. Felizmente, existem ferramentas que podem ajudar os usuários comuns a proteger sua privacidade e acabar com o spyware e rastreamento online.

Garantia de devolução do dinheiro em 30 dias

Impeça a espionagem da NSA – Primeiros passos

O elo mais fraco na privacidade cotidiana é o erro humano. Desde esquecer de sair de contas de mídia social até digitar senhas na caixa errada, quando pequenas quantidades de dados chegam ao mundo, a culpa pode ser tanto nossa quanto de qualquer outra pessoa. É por isso que estabelecer uma linha de base de práticas inteligentes e eliminar hábitos arriscados deve ser o primeiro passo para evitar a espionagem da NSA.

A regra número um para manter a privacidade online é esta: não abra ou baixe nada que seja um pouquinho suspeito. O spyware frequentemente chega a computadores pessoais e dispositivos móveis simplesmente porque os usuários clicaram em um link que não deveriam. Se algo parecer fora do lugar, deixe-o em paz, puro e simples.

Use as dicas abaixo para começar a proteger sua privacidade online:

1. Remova as extensões do navegador

Não importa qual navegador você usa, a primeira coisa que você deve fazer é dar uma olhada nas extensões instaladas. Embora possam parecer inocentes, as extensões geralmente têm a capacidade de ler ou transmitir o histórico de navegação, transformando-as essencialmente em plug-ins de spyware. Alguns deles até injetam anúncios ou incluem scripts de rastreamento que coletam seus dados. Desinstale qualquer extensão que você não precise absolutamente e, para as que você mantém, certifique-se de que elas não tenham acesso a informações privadas de qualquer tipo.

2. Pare de usar redes sociais

Redes sociais como Instagram, Twitter e Facebook servem como vastos repositórios de informações pessoais para as quais as pessoas contribuem intencionalmente. Colocar fotos de suas férias ou falar sobre o almoço incrível que você teve parece bastante inocente, mas é o que as empresas podem fazer com esses dados que compromete sua segurança. As redes sociais podem compartilhar ou vender informações que você adiciona e, se uma agência governamental, como a NSA, fizer uma solicitação de dados, a empresa terá que cumprir. Se você quer acabar com a espionagem, pare de usar as redes sociais, principalmente o Facebook.

3. Use criptomoeda para compras

Usar uma moeda digital descentralizada como o bitcoin pode garantir sua privacidade ao fazer transações online. Cartões de crédito e contas do PayPal são extremamente fáceis de rastrear, especialmente para a NSA. Ao aproveitar o poder anônimo da criptomoeda, você pode fazer compras sem deixar rastros.

LEITURA RELACIONADA: As criptomoedas são seguras de usar?

4. Mantenha os dispositivos e sistemas operacionais atualizados

Patches de segurança importantes geralmente são entregues por meio de atualizações pequenas, mas frequentes, e corrigem vulnerabilidades exploradas pelos malwares e spywares mais recentes. Pode ser irritante ter que atualizar o tempo todo, mas no que diz respeito à sua privacidade, é um pequeno preço a pagar.

5. Não deixe dispositivos desnecessários online

À medida que os eletrodomésticos e outros dispositivos de tecnologia ficam mais avançados, a primeira coisa que eles fazem é solicitar acesso à Internet. Idealmente, isso seria usado apenas para atualizações e notificações e não muito mais, mas a triste verdade é que até sua Smart TV ou câmera conectada à Internet pode fornecer informações privadas a fontes desconhecidas. A menos que sua geladeira precise de acesso à Internet para funcionar, não a deixe online.

6. Cubra ou desconecte sua webcam

Parece algo que uma pessoa paranóica faria, mas simplesmente colocar um pedaço de fita sobre a webcam e o microfone do seu laptop é um impedimento de spyware surpreendentemente eficaz.

7. O modo de navegação anônima não para de espionar

Vale a pena notar que as guias privadas em navegadores como Chrome, Firefox, Opera e Safari não impedirão que a NSA espione sua atividade online. Esses modos simplesmente removem vestígios locais de atividade, não sua trilha online.

Extensões do navegador para impedir a espionagem da NSA

O navegador da web é um hub para a maioria de nossas atividades online. Cada clique, cada site e a maioria das comunicações privadas passam por ele diariamente, tornando-o um excelente ponto de partida para aumentar sua privacidade e evitar espionagem.

Depois de selecionar sua lista de complementos de extensões não utilizadas e potencialmente perigosas, é hora de incorporar novas ferramentas para ajudar a bloquear suas informações privadas e evitar espectadores da NSA. As sugestões abaixo são amplamente utilizadas pela comunidade de privacidade e estão disponíveis para a maioria dos navegadores modernos, incluindo Chrome, Opera e Firefox.

HTTPS em todos os lugares – Uma extensão feita pela Electronic Frontier Foundation (EFF) que força vários sites populares a usar uma conexão segura.
Texugo de privacidade – Mais um add-on feito pelo EFF. Este bloqueia anúncios invasivos, rastreadores de espionagem e ajuda a desencorajar a impressão digital do navegador.
NoScript – Um complemento anti-rastreamento fenomenal para Firefox e outros navegadores baseados em Mozilla.
desconectar – Uma poderosa ferramenta de privacidade que ajuda a evitar vazamentos de dados e mantém suas informações seguras.

Use um mecanismo de pesquisa que não o rastreia

Você já viu um anúncio de um produto diretamente relacionado a algo que você estava vendo no início do dia? Isso é rastreamento de pesquisa no trabalho, e é uma enorme invasão de privacidade que torna mais fácil para a NSA seguir suas atividades. Google, Yahoo!, Bing e quase todos os outros mecanismos de pesquisa mantêm extensos registros de consultas de pesquisa. Sempre que você digita algo no Google, essa string é armazenada e associada ao seu navegador e endereço IP. Tudo o que a NSA precisa fazer é pedir e essa informação pode ser deles.

Há realmente apenas uma solução para evitar rastreamento como este: use um mecanismo de pesquisa diferente. O DuckDuckGo é extremamente popular e oferece a promessa de nunca armazenar informações pessoais, nunca seguir você com anúncios e nunca rastrear sua atividade. Sempre. Ao alterar seus atalhos padrão para usar o DuckDuckGo em vez do Google, você recuperará um pouco de privacidade e colocará outro obstáculo entre você e os espiões da NSA.

Mudar para um provedor de e-mail seguro

O e-mail nunca foi projetado para segurança. O protocolo de comunicação simples foi desenvolvido quando a internet estava em sua infância e a privacidade não era realmente um problema. Quando você digita uma carta para seu chefe ou amigo, ela é enviada em texto simples do seu dispositivo para o seu servidor de e-mail, desse servidor para o servidor de e-mail do seu amigo, depois para o dispositivo do seu amigo, possivelmente cruzando vários nós em -entre. Em cada etapa, o conteúdo está prontamente disponível para qualquer pessoa que monitore a rede, não proporcionando a nenhuma das partes os níveis mais básicos de privacidade.

O e-mail simples é muito parecido com o envio de um cartão postal: quem o encontra pode lê-lo. A maneira mais simples de proteger o conteúdo de uma carta enviada é colocá-la em um envelope. Em termos digitais, isso significa adicionar criptografia, algo que até a NSA terá dificuldade em quebrar

Existem vários serviços de e-mail que oferecem criptografia de ponta a ponta e privacidade básica de dados. Mudar significa abrir mão do seu endereço de e-mail antigo, o que pode ser tão frustrante quanto mudar os números de telefone, mas a segurança e a privacidade adicionais valem a pena.

Proton Mail – De longe o melhor e mais popular provedor de serviços de e-mail criptografado do mercado.
Lavabit – Um provedor de e-mail criptografado confiável com recursos de privacidade extremamente poderosos.
Tutanota – Um relativamente novato na indústria que entrega e-mail privado sem complicações.

Alterar programas de bate-papo

Programas de mensagens instantâneas e bate-papo por voz, como o Skype, são notoriamente ruins para proteger os dados do usuário. Se a NSA quiser espionar sua conversa, há uma porta aberta para eles entrarem. Se você precisar de comunicação online instantânea e não estiver disposto a abrir mão de seu direito à privacidade, mude para um dos programas abaixo.

Bip – Mensagens privadas da equipe que criou o BitTorrent. Aproveita as comunicações ponto a ponto para cortar o servidor central, dificultando bastante a espionagem.
Plug-in off-the-Record – Um complemento para o Pidgin serviço de mensagens instantâneas, OTR criptografa mensagens online para conversas mais privadas.
Semáfora – Bate-papo em grupo criptografado e compartilhamento de arquivos.
Jitsi – Uma alternativa ao Skype mais segura que oferece bate-papo por vídeo criptografado.

Usar software antivírus

O primeiro passo para bloquear o spyware é certificar-se de que ele não tenha a chance de ser executado em seu computador. Mesmo usuários cautelosos podem se deparar com um vírus de vez em quando, e é por isso que ter um software antivírus bom e atualizado pode ser útil.

Infelizmente, o mundo dos antivírus está repleto de invasões de privacidade. Programas populares como o Avast e a versão gratuita do AVG foram mostrados para gravar e armazenar uma lista dos sites que você visita. Eles ainda oferecem proteção básica contra spyware, mas como funcionam como spyware, não são exatamente boas soluções.

Se você usa o Windows e prefere não usar a opção abaixo, o software Defender da Microsoft é uma segunda opção útil. Observe que a Microsoft foi nomeada como parte do programa PRISM (veja abaixo) e compartilha informações com a NSA, portanto, não é a opção mais segura disponível.

Clamwin – Antivírus gratuito e de código aberto que não rastreia nada.

Substitua o software comum por alternativas conscientes da privacidade

Usamos dezenas de tipos diferentes de software e aplicativos todos os dias, tanto em casa quanto no trabalho. Muitos deles são conhecidos por armazenar e compartilhar informações de usuários com terceiros e agências governamentais, incluindo a NSA.

Os programas e aplicativos mais comuns têm alternativas mais seguras, especialmente se forem projetados para lidar com informações confidenciais. O software abaixo oferece uma camada extra de segurança contra vazamento e roubo de dados, fornecendo criptografia e outros recursos centrados na privacidade.

Mensageiro Privado do Signal – Chamada privada e criptografada e aplicativo de SMS para iPhone e Android.
SpiderOak One – Uma alternativa de hospedagem em nuvem criptografada e sem conhecimento para Dropbox e Google Drive.
CRIPTOGRAFIA.Um – Compartilhe arquivos com uma interface criptografada baseada em navegador.
Processador de texto Atlantis – Um processador de texto rico em recursos que permite criptografar arquivos com apenas alguns cliques.

Proteja seu celular

Os smartphones carregam uma enorme quantidade de dados pessoais, desde nosso endereço residencial até contatos, informações bancárias, e-mails e muito mais. Eles são alvos de alto valor para ladrões e hackers, e a NSA sabe que pode obter muitas informações de uma única fonte. Manter o conteúdo do seu celular seguro deve ser uma alta prioridade.

Além do roubo de dados online, os dispositivos móveis têm o risco adicional de serem fisicamente comprometidos. É fácil esquecer o telefone em um café ou pedir para alguém retirá-lo de uma bolsa ou mochila. Eles podem instalar spyware ou keyloggers, os quais podem rotear dados diretamente para agências governamentais sem o seu conhecimento.

Além de usar o bom senso e manter seu dispositivo sempre com você, há algumas coisas que você pode fazer para aumentar a privacidade e impedir que a NSA rastreie seu telefone.

Use uma senha de bloqueio de tela forte

É tentador definir senhas de tela de bloqueio para combinações simples de quatro dígitos ou padrões de furto. Afinal, desbloqueamos nossos telefones dezenas de vezes por dia, o que pode economizar muito tempo! Ao mudar para uma senha de seis dígitos ou um padrão de furto de seis nós, no entanto, você aumenta a complexidade de sua senha exponencialmente, tornando difícil até mesmo para um supercomputador quebrar.

Ativar o modo avião

Se você não estiver fazendo chamadas ativamente, ative o modo avião para interromper a transmissão de informações para torres de celular locais.

Remova a bateria

Os telefones podem enviar dados de localização desde que tenham energia. Sem bateria, nada pode ser enviado.

Criptografe seu dispositivo

A criptografia de telefone local bloqueia os arquivos em seu dispositivo e os torna ilegíveis sem as chaves de descriptografia adequadas.

Trate seu telefone como um computador

Você usa firewalls, VPNs, bloqueadores de anúncios e bate-papo criptografado em seu PC? Não se esqueça de fazer o mesmo no seu telefone.

Infelizmente, os telefones celulares nunca serão perfeitamente seguros. Para enviar dados para o seu dispositivo, a empresa de telefonia celular precisa encontrá-lo. Isso significa transmitir informações de localização sem fio, o que é uma oferta inoperante para espiões da NSA. Certifique-se de ler nossos guias sobre como proteger um iPhone ou um telefone Android. E quais são as melhores VPNs para iOS e Android.

A solução número um para isso é parar de usar um smartphone completamente.

Use o navegador Tor

A rede Tor foi construída para o anonimato. O Tor funciona encapsulando dados em camadas de criptografia e passando esses dados através de uma série de computadores chamados nós. Cada nó retira uma camada de criptografia, que revela instruções sobre qual nó transmitir os dados em seguida. Quando a última camada é removida, os dados são entregues ao seu destino. Isso permite que a comunicação digital ocorra sem deixar um rastro direto, tornando extremamente difícil, se não impossível, que a NSA acompanhe sua atividade.

O Navegador Tor é uma versão altamente personalizada do Firefox que usa a rede Tor para todo o seu tráfego. Em vez de usar o Chrome ou o Safari para fazer suas tarefas diárias, você pode usar o navegador Tor e aproveitar a segurança e o anonimato que ele oferece. Você não poderá assistir a maioria dos vídeos on-line ou aproveitar o conteúdo que utiliza JavaScript, ActiveX, Java ou QuickTime, e o Navegador Tor é muito mais lento do que o seu navegador normal graças à criptografia que ele fornece, mas você será capaz de realizar a maioria de suas atividades de pesquisa e navegação sem anunciar sua presença à NSA.

Invista em uma boa VPN

Uma das coisas mais poderosas que você pode fazer para garantir sua privacidade online é usar uma rede privada virtual. As VPNs funcionam como um túnel entre o seu computador e a Internet em geral. Em vez de enviar dados brutos que os ISPs podem coletar e os hackers podem roubar, uma VPN criptografa tudo e os envia para servidores localizados em todo o mundo. Seus dados pessoais não estão anexados a esse tráfego e, mesmo que estivessem, são criptografados e quase impossíveis de descriptografar.

Ao comprar uma VPN, há vários fatores que você deve considerar. A privacidade está no topo da lista, e um bom indicador de quão seriamente o serviço VPN leva sua privacidade é garantir que eles tenham uma política rígida de registro zero. A proteção contra vazamento de DNS e os interruptores de interrupção também são recursos interessantes que ajudam a evitar a perda de dados.

Para obter mais informações sobre como encontrar as VPNs mais rápidas, seguras e ricas em recursos, confira nossos guias abaixo:

1. NordVPN

NordVPN é um nome bem estabelecido na comunidade de privacidade e por boas razões. Eles lidam com ameaças à privacidade digital há anos e desenvolveram um conjunto robusto de contramedidas para vencer a vigilância da NSA.

A primeira delas é a cifra de criptografia AES de 256 bits inquebrável, que nem mesmo a NSA pode quebrar por força bruta. Isso significa que você pode se conectar a qualquer um dos mais de 5.500 servidores da NordVPN em todo o mundo sem que ninguém possa visualizar sua atividade online.

Preocupado com uma agência governamental contra a própria empresa de VPN? A NordVPN está firmemente fora da jurisdição dos EUA, com sede no Panamá amigável à privacidade. Isso significa que não há leis de retenção de dados que exijam que sua VPN fique de olho em você – e nenhum registro para apreender ou adquirir de outra forma por meio de manobras geopolíticas.

Provisões adicionais incluem VPN dupla, ofuscada e até servidores especializados Onion sobre VPN. Combinado com as inúmeras configurações do NordVPN, os usuários avançados podem ajustar suas conexões à Internet gratuita e aberta.

Leia nossa análise completa do NordVPN.

Prós
Servidores otimizados para desbloquear Netflix
Sem limites de largura de banda
O torrent é explicitamente permitido
Política rigorosa de zero logs no tráfego e nos metadados
Suporte por bate-papo ao vivo.

Contras
A seleção automática de servidores pode não ser confiável
Às vezes, os aplicativos podem demorar para se conectar.

2. Surfshark

O Surfshark foi praticamente construído para vencer os censores do governo. Talvez sem surpresa no clima político de hoje, esse fato levou rapidamente o Surfshark a se tornar uma das VPNs mais requisitadas e confiáveis ​​para derrotar a espionagem do governo.

Em primeiro lugar, cada conexão com sua rede de servidores (com mais de 800 nós em 50 países em todo o mundo) faz uso de criptografia 256-AES-GCM inquebrável. Talvez ironicamente, a própria NSA faz uso dessa cifra em sua criptografia Suite B, então basta dizer que é muito difícil de decifrar.

Protocolos avançados de encapsulamento empregados pelo Surfshark incluem OpenVPN, IKEv2/IPSec, WireGuard; eles ainda permitem que você configure redes Wi-Fi individuais com protocolos específicos para melhor desempenho.

O Surfshark detecta automaticamente medidas de vigilância como DPI e as confunde com as configurações apropriadas (incluindo ofuscação geral ou seu método especial NoBorders). Finalmente, fique mais tranquilo com uma forte política de não-registro e grande jurisdição das Ilhas Virgens Britânicas.

Prós
Todos os servidores otimizados para desbloquear Netflix, BBC iPlayer, Hulu e muito mais
Cada servidor é um servidor especializado
Sem perguntas garantia de devolução do dinheiro
Com sede nas Ilhas Virgens Britânicas, onde não há leis de retenção de dados
Suporte ao cliente responsivo disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Contras
A rede em crescimento não tem a mesma cobertura que VPNs mais maduras
O status de novato no quarteirão pode não incutir a mesma confiança que os provedores maiores.

Leia nossa análise completa do Surfshark.

3. ExpressVPN

A ExpressVPN definitivamente conquistou seu lugar como a VPN líder do mercado. Nenhum outro provedor combina cláusulas de privacidade com desempenho e facilidade de uso como a ExpressVPN. Tudo começa com sua incrível rede de servidores, que abrange mais de 3.000 nós em 94 países em todo o mundo para fornecer conexões extremamente rápidas e totalmente criptografadas.

No que diz respeito à criptografia, seus dados são protegidos por criptografia AES de 256 bits de nível militar, que levaria bilhões de anos para o maior supercomputador do mundo ser quebrado por força bruta. Se isso não bastasse, o ExpressVPN mantém uma política completa de não registro, de modo que, mesmo que as leis de privacidade panamenhas (onde o ExpressVPN está sediado) mudem, sua VPN não terá nenhum registro para entregar quando solicitado pelas autoridades.

Disponível em todos os principais sistemas operacionais e em alguns, quase qualquer pessoa pode usar a interface intuitiva de um clique da ExpressVPN. Sob o capô, há uma variedade de extras de segurança cibernética, incluindo encapsulamento dividido, um kill switch automático, além de proteção contra vazamento de DNS. Para garantir as melhores velocidades, a ExpressVPN oferece um teste de velocidade integrado para que você possa sempre zerar no servidor mais rápido disponível.

Leia nossa análise completa da ExpressVPN.

Prós
Funciona com Netflix dos EUA, iPlayer, Hulu e outros serviços
Servidores super rápidos
Criptografia AES-256 em nível governamental
Política rígida de não registro
Bate-papo ao vivo 24/7.

Contras
O plano mensal tem um custo alto.

Alternar sistemas operacionais

É um grande incômodo mudar seu sistema operacional, mas o Windows e o MacOS mostraram vazar dados do usuário e fornecer backdoors para a NSA espionar os usuários. O Windows também é particularmente vulnerável a spyware e rastreadores, e ambos os sistemas operacionais possuem recursos que compartilham informações do usuário com os desenvolvedores. Contornar esses problemas com qualquer grau de certeza é quase impossível, pois eles estão profundamente integrados aos sistemas operacionais e não podem ser facilmente desligados.

Como você pode evitar a armadilha de rastreamento do sistema operacional? Mudando para o Linux. As distribuições Linux gratuitas e de código aberto são criadas por pessoas conscientes da privacidade e possuem algumas ferramentas extraordinárias para ajudar a evitar o rastreamento online. Quase todos os programas e aplicativos que você usa funcionarão bem no Linux, e o processo de instalação não é tão complexo quanto você imagina.

Ubuntu – Uma das distribuições Linux mais fáceis de usar já feitas.
Linux Mint – Recria um ambiente de desktop tradicional com foco na facilidade de uso.

Use o sistema operacional Tails

Tails é um sistema operacional leve e ao vivo, construído com o único propósito de proteger a privacidade do usuário. O sistema operacional é executado a partir de um DVD, cartão SD ou pendrive e usa criptografia poderosa para embaralhar todos os dados que saem do dispositivo. Ele também aproveita a rede Tor e o navegador Tor e usa um serviço seguro de mensagens instantâneas, tornando extremamente difícil para a NSA rastrear sua atividade.

O Tails OS não foi feito para tarefas diárias do computador, embora seja surpreendentemente capaz, devido ao seu tamanho. Se você tem um trabalho delicado para realizar ou deseja garantir um nível mais alto de privacidade para determinadas pesquisas ou downloads, manter uma cópia do Tails à mão é uma ótima ideia.

Use as instruções abaixo para instalar o Tails:

Use seu navegador para baixar Tails OS.
Execute o instalador do Tails e siga as instruções na tela.
Reinicie o computador e inicialize diretamente no Tails OS.
Insira seus dados de Wi-Fi ou conexão para acessar a internet.
Abra o Tor (incluído no download do Tails) e navegue na web à vontade.

O que é o Programa NSA PRISM?

PRISM é um codinome para um programa operado pela Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) que recolhe comunicações digitais de pelo menos nove grandes empresas de internet, como Microsoft, Yahoo!, Google, Facebook, YouTube, AOL, Skype e Apple. Esses dados incluem tudo, desde e-mails a documentos de texto, fotos, informações de localização, endereços IP, histórico de navegação e conteúdo de chamadas de vídeo, todos dados legalmente à NSA sem permissão do usuário.

O programa PRISM é a fonte número um de inteligência bruta usada para relatórios da NSA, o que é um indicador claro de quão difundida a vigilância digital se tornou. Quase todos que usaram a internet visitaram sites operados pelas empresas acima, o que significa que a NSA teoricamente tem acesso aos seus dados pessoais. A privacidade nunca foi tão importante quanto hoje.

Pensamentos finais

O amplo programa de vigilância da NSA é uma ameaça contínua às liberdades da Internet, mas você pode revidar usando uma VPN além das outras dicas mencionadas no artigo de hoje. É claro que, com o passar do tempo, novas ameaças podem surgir – portanto, fique atento ao blog Addictive Tips para obter atualizações sobre como combatê-las e proteger sua privacidade online.

Você tem alguma dica de segurança para nós? Deixe um comentário abaixo.