Apple Music vs Google Play Music vs Spotify: melhor serviço de streaming de música

A forma como acessamos a música mudou. Algumas décadas atrás, ter uma grande coleção de áudio significava que você precisava de um espaço de armazenamento considerável e não do tipo que você mede em GBs. Você precisava de pés quadrados ou polegadas quadradas para armazenar cassetes e discos. A música já foi digitalizada. Sua música existe em pequenos arquivos que você pode armazenar em discos acessíveis com espaço de sobra. Onde você compra música e como ela é distribuída mudou. Os serviços de assinatura online agora dão acesso a milhares de faixas e é um espaço muito competitivo. Três dos maiores serviços que operam nesse nicho são Apple Music, Google Music e Spotify. Aqui está uma análise comparativa de todos os três serviços para ajudar a determinar qual é o melhor.

Melhor serviço de streaming de música: Apple Music vs Google Play Music vs Spotify

ACESSO À MÚSICA

Serviços de assinatura de música e serviços de streaming de vídeo têm uma coisa em comum; acordos de licenciamento. Esses acordos decidem para quais países a música pode ser licenciada. Como tal, eles aplicam restrições geográficas que os serviços de streaming de música devem cumprir para evitar uma ação judicial.

Custo

O Apple Music tem um período de teste gratuito de três meses. Depois disso, você pode atualizar para um dos três planos.

Plano Individual: US $ 9,99 / mês, que oferece a experiência completa do Apple Music
Plano Familiar: $ 14,99/mês para seis membros da família
Plano de estudante: $ 4,99/mês, mas você precisa provar que é um estudante

O Google Music não é apenas um serviço de streaming de música. É também uma biblioteca de música. Se você já tem uma grande biblioteca de música, pode fazer upload para o Google Music e ouvi-la em qualquer lugar gratuitamente. Para acessar músicas fora da sua biblioteca, você precisa assinar o serviço. Existem dois planos disponíveis;

Plano gratuito: $ 0/mês para acessar sua própria biblioteca de músicas e ouvir rádio com anúncios.
Plano Individual: US$ 9,99/mês para acesso a toda a biblioteca do Google Music
Plano familiar: US$ 17,99/mês para seis membros da família acessarem a biblioteca completa do Google Music

O Spotify tem um plano gratuito e uma assinatura premium.

Plano gratuito: $ 0/mês para acessar músicas e ouvir rádio com anúncios
Plano Premium: US$ 9,99/mês
Plano Familiar: $ 14,99/mês para seis membros da família
Plano Estudante: 50% de desconto no plano premium

Vencedor: As assinaturas pagas para todos os três serviços custam o mesmo. O Spotify e o Google Music têm um plano gratuito, enquanto o Apple Music não. O plano gratuito do Google Music e o plano gratuito do Spotify são equivalentes em termos de custo, por isso é um empate entre os dois.

Limitações geográficas

Como dito anteriormente, os serviços de streaming de música são limitados por região. Você pode pagar um serviço de streaming e adorar a seleção de músicas que um serviço oferece, mas não pode comprar uma assinatura se o serviço não estiver disponível em seu país. Você pode usar uma VPN para acessar os serviços que possuem uma versão gratuita que, neste caso, é o Spotify.

Todos os três serviços, Apple Music, Google Music e Spotify, têm restrições geográficas.

A música da Apple é acessível em 115 países.

O Google Música é acessível em 63 países.

Spotify é acessível em 60 países.

Vencedor: o Apple Music está disponível em mais países.

OBTENDO CONTEÚDO

Em termos de conteúdo, nenhum desses três serviços está faltando. A Apple Music teve um breve desentendimento com Taylor Swift e ela reteve sua música deles por um tempo, mas o assunto foi resolvido.

Nova música

A Apple Music e o Spotify obtêm as músicas mais recentes, mas a Apple Music impõe um acordo exclusivo da Apple com algumas gravadoras. Isso restringe a música para que outros serviços de streaming não a recebam por um bom tempo. O Spotify tem algo semelhante, enquanto o Google Play não.

Se estivermos sendo reais, a menos que seja uma música muito popular, você não perderá nada. Claro, o Google Music é o que vai ficar de fora. Entre o Apple Music e o Spotify tornando o conteúdo exclusivo, o Google Music o obterá depois que todos os outros o fizerem.

Qualidade de som

A qualidade do som na era digital é medida em taxas de bits. Quanto maior a taxa de bits, melhor a qualidade do som.

O Apple Music transmite música a 256 kbps.

O Spotify transmite música a 320kbps para membros premium e a 160kbps para usuários gratuitos.

O Google Music transmite música em até 320 kbps, mas a reduzirá se sua Internet estiver lenta.

Vencedor: o Spotify é o vencedor claro aqui com uma taxa de bits de 320kbps para seus usuários premium.

APLICATIVOS E APIs

Aplicativos oficiais

Apple Music: o Apple Music funciona via iTunes no macOS e Windows. No iOS, funciona através do aplicativo Música. No Android, há um aplicativo Apple Music dedicado. O Apple Music não possui uma interface web.

Google Music: o Google Music não tem um aplicativo oficial para desktop. Funciona no seu navegador. Possui aplicativos dedicados para iOS e Android.

Spotify: Spotify tem aplicativos dedicados para macOS, Windows, iOS e Android. Ele também tem uma interface web que você pode usar.

Vencedor: Spotify é o vencedor claro aqui.

Aplicativos de terceiros

Para que os desenvolvedores criem aplicativos para qualquer um desses serviços, sua API deve estar aberta. Apple Music, Google Music e Spotify têm APIs abertas que permitem aos desenvolvedores criar seus próprios aplicativos.

Os aplicativos de terceiros da Apple Music são desenvolvidos para iOS. Tanto os usuários de desktop quanto os usuários do Android têm pouca ou nenhuma alternativa aos aplicativos oficiais.

Aplicativos de terceiros do Google Music são raros. Os poucos que funcionam em um dispositivo Android requerem acesso root. Existe um código aberto puro Reprodutor de desktop do Google Music aplicativo disponível para macOS, Windows e Linux. É um ótimo aplicativo, mas não há muito mais disponível além disso.

Regras do Spotify quando se trata de aplicativos de terceiros. Existem vários aplicativos de desktop disponíveis para macOS, bem como para outras plataformas. Além disso, os aplicativos são desenvolvidos como complementos para o aplicativo oficial do Spotify. Se você está insatisfeito com o aplicativo oficial, você não tem escolha.

Vencedor: Spotify por uma milha.

SUGESTÕES E DESCOBERTAS

Sugestões e descobertas musicais dependem de duas coisas; quão bem um serviço aprende seu gosto musical e com que frequência ele encontra novas músicas para você que você realmente gosta. Não há como quantificar a frequência com que um serviço encontra boa música para seus usuários. O que podemos examinar é como um serviço aprende o que você gosta.

Apple Music: quando você se inscreve no Apple Music, ele solicita que você selecione seus gêneros favoritos. Você dá uma noção do tipo de música que gosta e isso ajuda o serviço a eliminar gêneros que não lhe interessam. Depois disso, o Apple Music aprende seu gosto. Você pode favoritar músicas para ajudá-lo a entender melhor o seu gosto.

Tudo isso culmina em uma seção ‘Para você’ que apresenta sugestões de músicas que você pode gostar. Você recebe uma lista nova todos os dias para que nunca fique faminto por coisas novas. Se é ou não preciso vai depender de sua própria experiência pessoal.

Google Music: o Google Music solicita que você selecione seus gêneros favoritos ao se inscrever. Esta é uma abordagem muito padrão para aprender seus gostos musicais. Ele também examina as músicas em sua biblioteca. As estações de rádio do Google Music oferecem sugestões razoavelmente boas, embora as melhores estejam na estação ‘Estou com sorte’.

Spotify: Spotify sugere música de duas maneiras diferentes. Tem listas de reprodução que mostram músicas populares em todo o mundo. Se você não gosta do que está em alta, a playlist de descoberta semanal é outra opção. Esta lista de reprodução foi criada em torno de seus próprios gostos, e não do que é popular. Você provavelmente encontrará ótimas sugestões nesta lista de reprodução específica.

Vencedor final:

Spotify sai no topo. Em termos de custo, esses serviços não têm vantagem sobre os outros. O Apple Music realmente perde a qualidade de áudio do Spotify e o Google Music parece um trabalho em andamento em comparação com os outros dois. O Spotify pode não ter um grande nome como Apple ou Google por trás, mas é um grande concorrente para esses gigantes, e por boas razões.